Duas coisas que não deve fazer se tiver gelo no para-brisas

Entre alertas de ondas de frio polar e as típicas geadas de inverno, por vezes pode amanhecer com o para-brisas do seu carro com gelo ou neve. Especialmente se viver em zonas altas ou no norte do país. Para evitar que estes elementos se acumulem, há mesmo quem coloque uma capa sobre o automóvel durante a noite. Mas também há pessoas criativas com ideias “brilhantes” que podem acabar por não o ser.

Alguma vez lhe passou pela cabeça utilizar água quente para desfazer a capa gelada no seu para-brisas? O melhor é não o fazer: pode ser fatal para o vidro. Isto porque o para-brisas é formado por uma lâmina de vidro fina e frágil que vai unida a outra de plástico e esta a outra mais de vidro. Se o vidro estiver muito frio, o choque térmico com a água quente pode fazê-lo estalar.

Talvez já tenha pensado nisto: se nas ruas se coloca sal para não congelarem, este elemento também o pode ajudar a dissolver mais rapidamente a capa gelada do para-brisas. Cuidado: também não é uma boa ideia: o sal não retira o gelo, apenas evita que a água congele. Por isso, se já está congelada, vai demorar mais em desfazer-se. Além disso, pode deteriorar o vidro e pode danificar a carroçaria.

Vulco é o médico do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina de confiança.


Pesquisa

Categorias

Arquivo

Etiquetas