É mau conduzir na reserva? Motivos para o evitar

É possível que alguma vez se tenha perguntado se é mau conduzir com o depósito de combustível na reserva. A verdade é que não é muito aconselhável fazê-lo, devido ao risco que representa para o seu veículo.

Por isso, deve abastecer atempadamente para evitar utiliza o depósito na reserva. Basicamente, são três as razões pelas quais não é bom conduzir sem o nível de combustível mínimo:

- Ficar parado no meio da estrada: sim, é uma possibilidade real. Se conduzir na reserva, pode chegar o momento de querer abastecer e não conseguir chegar ao posto de gasolina mais próximo (e isto é comum do que imagina). É um perigo para a circulação e, além disso, pode ser multado se for surpreendido nesta situação.

- Maltrata a bomba de combustível: este elemento encarrega-se de sugar o carburante do depósito para o conduzir, através do circuito do motor, aos cilindros. Com pouco combustível, o esforço que realiza é maior e, portanto, o seu desgaste também. Além disso, o combustível encarrega-se de manter a bomba a uma temperatura ótima de funcionamento. E mais: se se avariar a própria bomba, repará-la não é barato.

- O carro rende menos: quando circula na reserva, o sistema recorre aos sedimentos de combustível que estão no depósito. Estes podem obstruir a bomba e afetar os filtros. Se a sujidade chegar ao motor, este poderá render menos e consumir mais. Também deve ter em conta que podem ocorrer falhas na ignição quando a alimentação de combustível é irregular.

Por isso, já sabe: quando se liga a luz a indicar que o carro está na reserva, o melhor é dirigir-se o antes possível a uma bomba de gasolina.

Vulco é o médico do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina de confiança.


Pesquisa

Categorias

Arquivo

Etiquetas