Vulco Blog

Estas são as causas mais comuns para a fadiga ao volante

A fadiga ao volante é uma situação muito perigosa. Com efeito, um estudo recente estima em mais de 20.000 os acidentes de circulação ocorridos em quatro anos devido a esta causa.

Há diferentes fatores que provocam o surgimento de fadiga ao volante e que deve evitar. Se sofrer algum deles, a sua condução vai ver-se afetada seriamente:

- Falta de sono: dormir pouco é a principal causa a provocar fadiga ao volante. Antes de começar uma viagem, deve descansar entre 7 e 9 horas. Nem pense em pegar no carro se dormiu menos de quatro horas.

- Descanso insuficiente: se o seu sono se interrompe devido a ruídos, preocupações ou luzes, o seu descanso será insuficiente e a fadiga tem mais probabilidade de surgir quando conduz.

- Modificar os horários: normalmente, habituamo-nos a certos horários de sono. Ao alterá-los de maneira frequente (especialmente se trabalhar por turnos), a fadiga pode aparecer.

- Medicação: há certos medicamentos que podem afetar o sono ou a condução. Deve ter sempre em conta as indicações do médico e ler os folhetos informativos com atenção.

- Alteração do ciclo sono-vigília: há doenças como a apneia do sono ou a narcolepsia que pode alterar diretamente o ciclo sono-vigília. Consulte um médico se tiver sintomas.

Vulco é o seu médico do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina Vulco mais próxima.


Arquivo