Três problemas com os pneus que podem sair caros

Nunca nos cansaremos de lembrar que deve verificar o estado dos pneus do seu veículo com frequência. Em primeiro lugar, por uma questão de segurança. Mas o seu bolso também vai agradecer. Este cuidado vai permitir aumentar a vida útil dos pneus, podendo também diminuir o consumo do seu carro. Além disso, evita avarias dispendiosas que costumam ter origem nos pneus.

- Demasiada pressão: se a pressão dos pneus for maior do que o recomendado, a sua parte central ficará desgastada de forma prematura e acabará a ter problemas de aderência. Além disso, o sistema de suspensão ficará afetado. Com os pneus demasiado cheios, também pode ocorrer um excesso de vibrações que irá afetar os elementos mecânicos, o sistema de direção das rodas, entre outros.

- Pressão insuficiente: se acontecer o contrário, ou seja, se a pressão dos pneus estiver abaixo da recomendada, a banda de rodagem vai desgastar-se na parte lateral, tanto interna como externa. Assim, perderá aderência e estabilidade. Além disso, as borrachas podem chegar a separar-se das jantes, um problema que impedirá o controlo do veículo.

- Pneus achatados: este problema acontece nos carros sem ABS quando se produz um bloqueio das rodas. Trata-se de um defeito que a borracha sofre após uma travagem na qual ocorreu este fenómeno. Como resultado, a suspensão vai sofrer e a segurança do veículo vai diminuir de forma considerável. O problema é que cada vez que a zona achatada contacte com o solo, o rolamento será atingido e vai deteriorar-se rapidamente.

Lembre-se que deve verificar o estado dos pneus do seu carro a cada duas semanas e sempre que iniciar uma viagem longa. Vale a pena.

Vulco é o médico do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina de confiança.


Pesquisa

Categorias

Arquivo

Etiquetas