Cadeiras em sentido contrário ao da marcha: uma boa ideia para os mais pequenos

Certamente que já ouviu falar da instalação de cadeiras de rentenção infantil em sentido contrário ao da marcha do carro. Há cada vez mais estudos a validar esta solução, uma vez que pode reduzir consideravelmente o risco de que as crianças pequenas mais pequenas sofram ferimentos em caso de acidente.

Um estudo levado a cabo pela Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que transportar uma criança até quatro anos no sentido contrário à marcha na sua cadeira, quando instalada de forma correta, pode reduzir o risco de sofrer ferimentos até 80% em caso de acidente.

Se compararmos com outras posições, o sentido contrário ao da marcha é o mais eficaz. A percentagem de redução do risco é de 50% se a criança viajar no sistem de retenção infantil e de 32% se só levasse colocado o sinto de segurança para adultos.

Desta forma, recomenda-se utilizar um sistema de retenção infantil específico para o tamanho e peso da criança e que se adapte às suas necessidades de acordo com o grupo de cadeira definido na norma de homologação.

Em qualquer caso, estes dispositivos devem estar homologados e cumprir a normativa mais recente, a ECE R129 i-size, em vigor desde 2013. Esta norma garante que, pelo menos até aos 15 meses, o menor deverá viajar no sentido contrário ao da marcha. Apesar disso, existe já um número substancial de sistemas comercializados de acordo com esta norma que permitem fazê-lo mais tempo, já que o  recomendado é utilizá-lo até aos 105 cm de altura ou até aos quatro anos.

A Vulco é a segurança do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina mais próxima.


Pesquisa

Categorias

Arquivo

Etiquetas