Vulco Blog

O que acontece ao motor se conduzir sempre a baixas rotações?

Conduzir com mudanças altas ajuda a poupar combustível, mas acontece como tudo na vida: é preciso fazê-lo com moderação.

Conduzir sempre a baixas rotações pode fazer com que perca o controlo sobre o veículo e também pode perjudicar o motor do carro:

- Demasiada vibração: o carro terá tendência a vibrar com mais frequência, o que deteriora uma série de sistemas do veículo. Além disso, vai ter um impacto negativo no momento de injetar combustível no cilindro, desgastando a embraiagem.

- Temperatura desadequada: o veículo vai demorar mais a alcançar a temperatura ótima de funcionamento. Sobretudo em trajetos curtos, esta questão pode implicar o envelhecimento prematuro do veículo porque o óleo não vai chegar a todas as partes do motor nas quais deve estar.

- Recuperações tardias: esta situação vai implicar um grande aumento do consumo de combustível e as emissões.

- Engarrafamentos: há componentes que vão saturar-se antes do tempo, como filtros de partículas ou caudalímetros.

Data