Sabe como detetar que a bateria do seu carro está no fim?

Ficar sem bateria no carro é uma situação que todos preferem evitar. No entanto, é um problema muito comum, a avaliar pelo número de assistências em estada que provoca em qualquer época do ano. Verificar o estado da bateria de forma periódica é muito útil para evitar esta situação, mas também pode estar atento a algum destes sinais que podem indicar que a sua bateria já tem pouca vida útil.

Um dos primeiros avisos neste sentido costuma ser dado quando a luz da bateria acende no painel do carro, o que indica que se está a esgotar.

O tempo que a bateria tem também um bom indicador para prever o seu esgotamento: a sua vida útil costuma oscilar entre os dois e os quatro anos, dependendo da sua qualidade e da utilização que se faça dela. Contudo, os carros com muitos sistemas eletrónicos ou a utilização de sistemas externos que se ligam às tomadas de corrente (DVD ou navegadores) podem fazer com que a bateria se gaste antes do esperado.

Caso o sistema não detetasse que a vida da sua bateria estava perto do fim, há outros sintomas que o podem ajudar a detetá-lo, como o facto do carro ter dificuldade em arrancar, menos potência nas luzes ou mudanças na sua intensidade, juntamente com falhas pontuais no sistema eletrónico. Todos indicam que a bateria pode estar com problemas.

Além disso, convém saber que as mudanças bruscas de temperatura, deixar as luzes ligadas durante toda a noite ou manter o carro parado durante muito tempo pode provocar falhar na bateria.

Se isso acontecer e conseguir arrancar o carro com as pinças, isso não significa que os problemas tenham terminado. Por isso, deve passar pela sua oficina de confiança, verificar o seu estado e substituí-la, caso tenha chegado o momento.

Vulco é o médico do seu veículo. Encontre aqui a sua oficina de confiança.


Pesquisa

Categorias

Arquivo

Etiquetas